Arquivo | outubro, 2009

Absurdo – Vanessa da Mata

28 out

Idéias para uma Festa Ecofriendly

28 out

Estou organizando o primeiro aniversário da minha filha e buscando alternativas para fazer uma festa mais verde. Que fique bem claro que não estou disposta a radicalizar, mas porque não fazer algumas escolhas que ajudem a preservar os recursos da natureza e não interfiram no charme da festa ?

Aliás, você já parou pra pensar na contradição das festas infantis atualmente? Comemoramos a vida e, ao mesmo tempo, aceleramos a diminuição da qualidade da mesma com  a quantidade absurda de lixo que geramos num único dia!

O fato de eu não ser fã de buffets infantis, com toda aquela parafernalha onde as crianças mal interagem, aquelas esculturas de balões breguíssimas e aquela comida horrível, já contribui bastante.

Mas aqui vão algumas escolhas que fiz e já fazem alguma diferença:

  • Festa realizada durante o dia, num local que aproveite a luminosidade natural, se for ao ar livre melhor e mais gostoso!
  • Evitar o uso de copos descartáveis e guardanapos de papel, os de tecido são mais charmosos.
  • Comidinhas feitas com ingredientes orgânicos
  • Decoração com flores naturais da estação
  • Convite feito com papel reciclado ou ainda o papel semente. No aniversário da Eloah, vou usar o papel semente e aproveitar o “gancho” para a lembrancinha que será um vaso de fibra de coco onde os convidados poderão plantar o convite!
  • Ou se preferir, use convite eletrônico

Na minha pesquisa, achei outras coisas interessantes que não cabem no aniversário de um ano, mas vale a dica:

Na revista Festa Viva deste mês achei uma idéia bem bacana para embrulhar bem casados; folhas de revista. Ficou legal!

Bem Casados na Revista Festa Viva

E para uma chá da tarde, a Luana Davidsohn dá a dica em seu blog, cupcakes servidos na xícara, dispensam a forminha de papel e ficam um luxo!

Cupcakes Luana Davidsohn

Como muitas pessoas têm me perguntado com ficou a festa, resolvi atualizar o post:

Em primeiro lugar, o convite acabou sendo eletrônico mesmo, o papel semente não deu certo porque a empresa fornecedora era muuuuito enrolada. Achei uns sites gringos de convite eletrônico que avisam quem abriu o e-mail, quem confirmou presença, etc… Usei o Pingg, muito prático!

Eu fiz a festa de manhã, pois era batizado e aniversário. O local escolhido não era um buffet infantil tradicional, então, não tinha aqueles brinquedos eletrônicos e barulhentos o que foi legal pois contratei um grupo especializado em brincadeiras à moda antiga, o Madri, então as crianças estavam sempre brincando juntas.

As comidinhas eram bem naturais, sabe o que fez o maior sucesso entre a criançada? O milho!!! Era um tal de “Tia, quero mais milho!”…. Fiz bolo e cupcake, mas da próximia vez vou optar somente pelos cupcakes, além de mais charmosos, dispensam garfo e prato para comê-los. O bolo sobrou quase que inteiro… Ah! Deixei mini-marmitas na mesa, assim as pessoas podiam levar para casa os docinhos, pois eu não queria que sobrasse nada! Infelizmente, a logísitica não me permitiu dispensar os copos descartáveis, mas eram da Parangolé, que dizem, é feito com material reciclado.

Como a mesa estava bem bonita, dispensei decoração extra, os pompons de papel de seda, que substituíram as centenas de balões, eram do local e foram reaproveitados em outras festas.

A mesa do parabéns: Você já reparou que nas festas de crianças a mesa é sempre para os adultos??? Por isso fiz questão de uma mesa baixa, assim, na hora dos parabéns a Lola estava de pé e todas as crianças conseguiam ver o bolo e ajudá-la a assoprar a velinha!!

A lembrancinha: para as crianças coroas e máscaras de feltro (não tirei foto! Falta gravíssima!) e para os adultos xícara esmaltada com arranjo de flores. Assim, as xícaras, que são uma delícia para tomar café com gostinho de fazenda, dispensaram embalagem…

Como podem ver, há muitas maneiras de se reduzir o lixo de uma festa, seja qual for o seu orçamento, é só usar a criatividade!

100 % Inspiração

23 out

Usando a dica que a minha colega do curso de Blog postou no Twitter, achei que esse vídeo se encaixa no perfil desse especial de artistas que enxergam arte com matérias primas que julgamos não passar de lixo

Hoje é dia de faxina!

21 out

Vai fazer uma faxina em casa? Então aqui vão algumas dicas de produtos de limpeza ecofrieldly;

LIMPADOR MULTIUSO, REFIL, 620MLLimpador Multiuso  Bio Wash, não possui derivados de petroquímicos em sua fórmula. Aliás todos os produtos dessa marca; amaciante, limpa-vidro, desengordurante, lava roupas, etc, são recomendadíssimos e estão disponíveis em refil. Possuem certificação do  IBD (Instituto Biodinâmico).

EESPONJA DE LIMPEZA MULTIUSOsponja para limpeza da Scotch-Brie, recomendada pelo Catálago    Sustentável elaborado pela FGV,  reduziu o uso de materiais tóxicos em sua    fabricação.

Produtos  Ypê  – Financiam o projeto de plantio de árvores Floresta Ypê em parceria com a SOS Mata Atlântica

Banco Imobiliário Sustentável

20 out

Feito plástico provindo da cana-de-açucar e papel reciclado na caixa e nas cartas, essa versão do tradicional jogo promove a educação ambiental ao focar temas como coleta seletiva e responsabilidade social. No Banco Imobiliário Sustentável, as propriedades são reservas naturais do Brasil e  a moeda usada pelos jogadores não poderia ser outra que não os créditos de carbono. Fabricado pela Estrela, o produto, indicado para crianças a partir de 6 anos, é comercializado pela rede Wal Mart e custa cerca de R$ 90,00.

imagem

Vick Muniz, 100% Inspiração

19 out

Vick Muniz, esse paulista radicado em Nova York é reconhecido no mundo inteiro. Atua como fotógrafo, pintor, desenhista e gravador para conseguir resultados impressionantes em sua obra que sempre surpreende com uso de matéria prima inusitada.

Localizado no Rio de Janeiro, o Jardim Gramacho é um dos maiores depósito de lixo do mundo. Na série Pictures of Garbage, catadores de lixo encarnam personagens de obras consagradas, aqui reinterpretadas com uso de material recolhido no próprio aterro. Extraordinary Garbage é um documentário que conta a ransformação desse lixo, que assim como as pessoas, foram reinseridos na sociedade.


100% Inspiração

13 out

Um especial com artistas que acreditam que ” lixo só é lixo porque está no lugar errado” .
Jason Mecier O artista americano utiliza lixo para retratar estrelas do cinema, da arte e da música.

jasonmecierparker

jasonmecierobama